BIOBIBLIOGRAFIA FOTOGRAFIAS VITRINE DE TEXTOS Excertos do livro Poema deitado no seu peito: um jogo de amarelinha  [São Paulo: ...



BIOBIBLIOGRAFIA



FOTOGRAFIAS


VITRINE DE TEXTOS

Excertos do livro Poema deitado no seu peito: um jogo de amarelinha [São Paulo: Scortecci, 2012.]
Excerto do livro de poesia Sei que me dirás [Astorga (PR): Sahar,  2017.]
Excertos do livro de poesia Sei que me dirás [PDF: Astorga (PR): Sahar,  2017.]
Poema "Escrevendo a Oscar Gama Filho".
Excertos do livro Poema deitado no seu peito: um jogo de amarelinha [São Paulo: Scortecci, 2012.]
A alma das nossas ruas [A Gazeta, Caderno Pensar, 20/10/2012.]
"É proibido proibir?" As diferentes faces da censura [A Gazeta, Ideias, 15/10/2011.]
Reunião de escritores na Biblioteca Pública [A Tribuna, 24/07/2010.]
Em defesa da concepção do belo [A Tribuna, 18/06/2010.]
Sobre ler, escrever e ensinar [A Tribuna, 30/09/2006.]
Quem são os nossos heróis? [A Tribuna, 28/05/2005.]
Crônicas, poesia e bate-papo [A Tribuna, 21/01/2004.]
Lugar para encontro de indivíduos [A Tribuna.]
A curiosa teia dos diálogos [A Tribuna.]
Cidade fria
Blindata / Blindada [In Navegantes: Antologia Bilíngue - Italiano & Português, ACIMA / Mandala Ed.]
Comentários da autora sobre o livro Poema deitado sobre o seu peito



DEPOIMENTO



FORTUNA CRÍTICA

TAVARES, Marcos. Orelha do livro Poema deitado no seu peito: um jogo de amarelinha[São Paulo: Scortecci, 2012.]
GAMA Filho, Oscar. Lirismo arrebatador [A Gazeta, Caderno Pensar, 13/04/2013.]
GAMA Filho, Oscar. Lirismo arrebatador [PDF: A Gazeta, Caderno Pensar, 13/04/2013.]
MELO, Aigner de. Comentários sobre o livro.
Introdução ao livro Sei que me dirás [Astorga (PR): Sahar,  2017.]
BARCO, Leandro. Comentário ao livro Sei que me dirás [Astorga (PR): Sahar,  2017.]


---------
© 2018 Textos com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------

1724 / Cartas de matéria nova / Sobre ser falecido Antônio de Oliveira Madail, Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo, e ter provido ...

Carta compilada, 29/03/1724. Acervo Arquivo Nacional.

1724 / Cartas de matéria nova / Sobre ser falecido Antônio de Oliveira Madail, Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo, e ter provido naquele Governo Dionísio Carvalho de Abreu.

Senhor. Faleceu Antônio de Oliveira Madail, Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo, e quis que a última ação da vida, se não separasse das mais desordens, que teve no seu governo, o qual deixou em legado ao Provedor, e Escrivão da Fazenda, que são os dois que por sua morte ficarão governando aquela Capitania.

A Câmara dela me escreveu mui sentida de que se não praticasse o Regimento, e o que sempre esteve em uso; porém que como das dúvidas poderiam resolver, ou resultar consequências prejudiciais ao serviço de Vossa Majestade, se resolvia recorrer à minha providência, para que eu determinasse o que fosse mais acertado.

Aquela Capitania, Senhor, se acha dividida em duas parcialidades fomentadas pelo Capitão-mor defunto; e por esta razão não deferi aos requerimentos de alguns dos seus moradores, em que pretendiam aquele emprego, enquanto V. Majestade o não dava, e havendo opositores tão pouco beneméritos, e capazes, achei que o mais digno era Dionísio de Carvalho de Abreu, a quem provi naquele governo, enquanto V. Majestade o não faz na pessoa que for servido.

A Real Pessoa de V. Majestade guarde Nosso Senhor como seus Vassalos havemos mister. Bahia Março 29 de 1724.

Vasco Fernandes César de Meneses.


---------
© 2017 Texto com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------

Maria Clara Medeiros Santos Neves [transcrição a partir do original], coordenadora do site ESTAÇÃO CAPIXABA, é museóloga formada pela Universidade do Rio de Janeiro e pós-graduada em Biblioteconomia pela UFMG, autora do projeto do Museu Vale e de diversas publicações. (Para obter mais informações sobre o autor e outros textos de sua autoria publicados neste site, clique aqui.)

Carta compilada, 13/11/1705. Acervo Arquivo Nacional. Carta para o Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo Francisco Ribeiro ausente...

Carta compilada, 13/11/1705. Acervo Arquivo Nacional.
Carta compilada, 13/11/1705. Acervo Arquivo Nacional.

Carta para o Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo Francisco Ribeiro ausente a quem o dito Cargo servirá, entregar o Governo da dita Capitania ao novo Capitão-mor.

A Álvaro Lobo de Contreiras provi no posto de Capitão-mor dessa Capitania do Espírito Santo, e dela fez preito [e] menagem em minhas mãos, como constará a V.M. do Termo que o Secretário deste Estado fez, nas costas da Patente que lhe mandei passar do dito posto. Tanto que V.M. receber esta lhe entregue logo o Governo da mesma Capitania, da qual o hei por desobrigado da menagem, que dele tem dado. Deus guarde a V.M. Bahia Novembro 13 de 1705. / Luiz Cezar de Menezes.


Observação: 
Transcrevemos aqui apenas o texto das cartas relativas ao Espírito Santo.


---------
© 2017 Texto com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------

Maria Clara Medeiros Santos Neves [transcrição a partir do original], coordenadora do site ESTAÇÃO CAPIXABA, é museóloga formada pela Universidade do Rio de Janeiro e pós-graduada em Biblioteconomia pela UFMG, autora do projeto do Museu Vale e de diversas publicações. (Para obter mais informações sobre o autor e outros textos de sua autoria publicados neste site, clique aqui.)

Carta compilada, 04/04/1665. Acervo Arquivo Nacional. Carta para o Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo a favor de Agostinho Bar...

Carta compilada, 04/04/1665. Acervo Arquivo Nacional.
Carta compilada, 04/04/1665. Acervo Arquivo Nacional.


Carta para o Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo a favor de Agostinho Barbalho Bezerra.

Agostinho Barbalho Bezerra, a quem El-Rei meu Senhor se serviu encarregar várias provisões tocantes ao descobrimento das Minas das Capitanias do Sul, há de executar nessa o que convier a este fim. E porque nela está uma ordem minha para se não dar cumprimento a nenhuma Del-Rei meu Senhor ou de Donatário sem eu lhe por o cumpra-se; me pareceu dizer a V.M., e ordenar-lhe, que sem embargo de não levarem as provisões, e patente de que El-Rei meu Senhor lhe fez mercê cumpra-se de minha mão, V.M. as deixe executar livremente. E para o efeito se conseguir como Majestade, dispõe-lhe de V.M. na forma de suas Reais ordens, todo o favor, ajuda, e o mais que nelas se declarar, com o cuidado, e diligência que pede matéria de tanta importância, e em que tal [empreitada?] vai a conveniência do serviço Del-Rei meu Senhor e benefício desses moradores, o que hei por muito encarregado, e recomendado a V.M., pela parte que lhe toca, no que o mesmo Agostinho Barbalho a [ilegível] de obrar, e do que V.M., fizer neste particular me dará conta para a ter entendido. [Deus guarde a V.M.?]. Bahia Abril 4 de 1665. O Conde de Obidos.

E nesta forma se escreveu também aos Capitães das Capitanias de Cabo Frio, São Vicente e Paraíba.


Observação: 
Transcrevemos aqui apenas o texto das cartas relativas ao Espírito Santo.


---------
© 2017 Texto com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------

Maria Clara Medeiros Santos Neves [transcrição a partir do original], coordenadora do site ESTAÇÃO CAPIXABA, é museóloga formada pela Universidade do Rio de Janeiro e pós-graduada em Biblioteconomia pela UFMG, autora do projeto do Museu Vale e de diversas publicações. (Para obter mais informações sobre o autor e outros textos de sua autoria publicados neste site, clique aqui.)

Carta compilada, 25/12/1720. Acervo Arquivo Nacional. Carta de Ciência para o Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo, João de Vela...


Carta compilada, 25/12/1720. Acervo Arquivo Nacional.
Carta compilada, 25/12/1720. Acervo Arquivo Nacional.

Carta de Ciência para o Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo, João de Velasco e Molina.

Pela carta-Patente que com esta há de apresentar a V.M. Antônio de Oliveira Madail, ficará V.M. entendendo, foi Majestade que Deus guarde Servido, provê-lo no posto de Capitão-mor dessa Capitania do Espírito Santo; e assim ordeno a V.M., lhe dê logo posse dela, com todas as solenidades que é estilo nessa Praça em semelhantes atos; e por esta hei por desobrigado a V.M., do pleito menagem que fez pela mesma Capitania.

Ao dito Capitão-mor entregará V.M. a instrução que recebeu do Exmo. Sr. Marquês de Angeja, sendo Vice-Rei deste Estado, para o dito Capitão-mor a observar no tempo do seu Governo. Deus guarde a V.M. Bahia Dezembro 25 de 1720. / Ao mesmo Capitão-mor dará V.M. todas aquelas notícias, que tiver, pertencentes ao bom Governo dessa Capitania. / Vasco Fernandes Cezar de Menezes. / Para o Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo João de Velasco e Molina.


Observação: 
Transcrevemos aqui apenas o texto das cartas relativas ao Espírito Santo.


---------
© 2017 Texto com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------

Maria Clara Medeiros Santos Neves [transcrição a partir do original], coordenadora do site ESTAÇÃO CAPIXABA, é museóloga formada pela Universidade do Rio de Janeiro e pós-graduada em Biblioteconomia pela UFMG, autora do projeto do Museu Vale e de diversas publicações. (Para obter mais informações sobre o autor e outros textos de sua autoria publicados neste site, clique aqui.)