A gente se vê Esta edição de Você não encerra apenas um ano; encerra um ciclo também. Um ciclo que tem como referencial a gestão de Rober...

Revista Você: editorial do n. 36, dezembro de 1995/janeiro de 1996

4/02/2002 , 0 Comentários


A gente se vê

Esta edição de Você não encerra apenas um ano; encerra um ciclo também. Um ciclo que tem como referencial a gestão de Roberto Penedo à frente da Reitoria e de Francisco Aurelio Ribeiro na Secretaria de Cultura da Ufes. A um e outro — que passam o bastão agora em janeiro — a revista deve a criação das condições que lhe permitiram existir e subsistir desde junho de 1992 até hoje.

Nesse período de 42 meses saíram da Estação de Editoração Eletrônica da SPDC 36 números de Você, sabe Deus à custa de quanto sacrifício, sabem os leitores — que acompanharam nossa aprendizagem — com que coleção de erros e equívocos.

E acertos também; o melhor deles sendo simplesmente a demonstração de que nem só de fogo-de-palha consiste a experiência das revistas de cultura do Espírito Santo. Você mostrou que é possível manter uma revista cultural por mais que o tradicional limite de sete números. Tirou a prova dos sete; provou que sete é, de fato, nesse caso, conta de mentiroso.

O que foi preciso para isso? Um tanto de trabalho, outro tanto de confiança. Ou seja: a receita que está lá, no dístico de nossa bandeira azul e rosa.

Trabalhar, trabalhamos no que nos cabe, carregando o velho e pesado piano do provérbio. Quanto à confiança, confiamos na existência de gente, neste Estado, disposta a pensar os fatos e feitos humanos e capaz de expressar seu pensamento de forma articulada. A existência desse magote de gente — matéria-prima do projeto — foi uma das principais dúvidas levantadas pelos arautos do pessimismo, que profetizavam o naufrágio da revista se não na primeira, na segunda esquina. Não os censuramos: tivemos dúvidas também, mas foi mais forte a confiança.

Como é de praxe em tempo de balanço, fizemos uma estatística que mostrou que, nesses 36 números, nada menos que 115 colaboradores diferentes transitaram pelas páginas da revista, o que representa, em média, três novos colaboradores (e fração) a cada número. E tudo gente da terra: não tivemos de importar idéias de fora a não ser em dois ou três casos especiais, como os de Geert Banck e Isabel Lustosa. Com essas cabeças pensantes deu para fazer revista, mês a mês, durante três anos e meio: como queríamos demonstrar.

Mas fiquemos por aqui, que a experiência de Você já é assunto da entrevista que os editores Joca Simonetti e Reinaldo Santos Neves, por trás do projeto desde sua concepção, deram a Adilson Vilaça, ele próprio tendo cumprido seu tempo como editor durante vários e produtivos meses em 1995.

No fecho da conversa, o abraço de fim de ano ao leitor, a quem esta revista deve, também, e muito, a sua longevidade.

Tem sido bom trabalhar para você. A gente se vê no ano que vem. Por aqui ou por aí.

Os editores

---------
© 2002 Texto com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------


Estação Capixaba

Estação Capixaba é o site voltado para a cultura, história e geografia do Espírito Santo e que busca resgatar, produzir, sistematizar, preservar e divulgar informações nessas áreas, sejam elas de autores locais ou não.

0 comentários :