Bairro onde mora: Santa Teresa Bairro onde trabalha: Horto Profissão: secretária Naturalidade: Vitória – ES Idade: 23 anos Tempo de re...

C.B.R., secretária

5/23/2014 , , 0 Comentários


Bairro onde mora: Santa Teresa
Bairro onde trabalha: Horto
Profissão: secretária
Naturalidade: Vitória – ES
Idade: 23 anos
Tempo de residência em Vitória: 23 anos
Estado civil: solteira
Número de filhos: nenhum


Você gosta de viver, morar e trabalhar em Vitória? Por quê?

– Sim, gosto. As praias são boas, é uma cidade para quem quer descansar. Trabalhar é até bom dependendo do trabalho, pois se for algo relacionado à cultura, como música, teatro ou dança, não é bom não, porque não se tem incentivo.


O que lhe agrada particularmente em Vitória? Por quê?

– As praias. Porque é muito perto. Com 15, 20 minutos chega-se à praia. Essa é a melhor parte de morar em Vitória.


Gosta mais do dia ou da noite em Vitória? Por quê?

– Noite. Porque alguns barzinhos e boates que são bons estão funcionando.


Como é a sua relação social com a cidade? É fácil relacionar-se com as pessoas aqui? É fácil fazer amizade e namorar em Vitória? É fácil manter contato com familiares e amigos?

– Vitória é uma cidade que abrange tanto jovens quanto os mais velhos; então, para se relacionar com pessoas aqui em Vitória é muito fácil. Como tudo aqui é perto, tem-se grande facilidade de ter contato com os familiares e amigos.


Como vê a paisagem de Vitória? O que mais lhe agrada nela?

– Nos bairros mais nobres realmente é muito bonito e cuidado, mas nos morros e nos bairros de classe mais humilde, não é bonito não.


Encontra amigos e conhecidos com frequência nas ruas, lojas etc. de Vitória?

– Encontrar amigos e conhecidos é o que mais acontece, pois Vitória é assim mesmo: “todo mundo se conhece”.


Como vê a cidade em relação aos idosos e às crianças?

– Em relação aos idosos, não acho bom não, pois como abrimos muitas obras na cidade, os buracos são constantes e as pessoas mais idosas podem se machucar. Para as crianças é razoável, pois algumas praças são boas para brincarem, mas isso é uma minoria, pois não se tem praças muito grandes.


Como vê a questão da saúde em Vitória?

– Muito ruim. Os hospitais públicos estão com um atendimento péssimo, sem vagas, e com médicos que não parecem ser felizes em sua profissão. Os hospitais particulares, por cobrarem consulta, nos fazem voltar várias vezes em consultas que considero desnecessárias. E sem contar que mesmo em hospitais particulares existem médicos despreparados e sem paciência com os pacientes.


Como vê a questão da educação em Vitória?

– A educação em Vitória tinha tudo para ser boa, mas as pessoas estão saindo das escolas e faculdades despreparadas para o mercado de trabalho. O governo poderia investir em um salário melhor para os professores para que junto com a carga de trabalho excessiva pudessem investir em cursos de aperfeiçoamento para melhor transmitir o conteúdo.


E a questão da segurança?

– Segurança é outro ponto que precisa melhorar e muito. Os assaltos, sequestros relâmpagos e mortes vêm acontecendo com frequência. Às vezes a população até gostaria de sair mais, aproveitar a noite nos barzinhos, mas o medo de serem assaltados fala mais alto.


O que Vitória oferece em termos de lazer? E quais são as suas opções pessoais de lazer?

– Boates, bares, praias, shopping, cinema. Os meus preferidos são as praias, cinemas e barzinhos.


Como está a questão do transporte coletivo e do trânsito em Vitória?

– O trânsito de Vitória não era tão complicado assim. Depois que começaram a fazer várias obras em várias partes, aí o trânsito ficou ruim. Deveriam existir outros tipos de transporte coletivo, pois só com ônibus o trânsito fica mais complicado.


Como é Vitória em termos de habitação?

– Razoável, pois aqui em Vitória existem lugares ótimos, com casas perfeitas, com um padrão de vida elevadíssimo, mas em outros lugares as casas são muito ruins, como nos morros e bairros de classe baixa.


E em termos de oportunidades de trabalho?

– Depende do tipo de trabalho. Os trabalhos destinados a escritórios, a consultórios e tudo referente à assistência administrativa é bom, mas em trabalhos relacionados à cultura, como música e teatro, por exemplo, não tem muito prestígio não.


Como está a poluição sonora em Vitória?

– Não chega ser tão ruim como São Paulo e Rio de Janeiro por causa da quantidade de carros, que aqui é bem menor.


Como definiria sua vida em Vitória?

– Boa em relação à comodidade, mas ruim em relação a oportunidades relacionadas à cultura e ruim também na área de saúde como hospitais públicos, por exemplo.



---------
© 2014 Texto com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.


---------


Estação Capixaba

Estação Capixaba é o site voltado para a cultura, história e geografia do Espírito Santo e que busca resgatar, produzir, sistematizar, preservar e divulgar informações nessas áreas, sejam elas de autores locais ou não.

0 comentários :