Bairro onde mora: Bonfim Bairro onde trabalha: Bonfim Profissão: estudante Naturalidade: Vitória Idade: 24 anos Tempo de residência em...

V.T.S.V., estudante

5/23/2014 , , 0 Comentários


Bairro onde mora: Bonfim
Bairro onde trabalha: Bonfim
Profissão: estudante
Naturalidade: Vitória
Idade: 24 anos
Tempo de residência em Vitória: 24 anos
Estado civil: solteiro
Número de filhos: 0


Você gosta de viver, morar e trabalhar em Vitória? Por quê?

– Sim, gosto muito da cidade onde nasci e vivo, pois é uma cidade aconchegante. Vitória é uma cidade onde tudo está perto do meu alcance, posso passear por Vitória em apenas um dia e sem gastar muito dinheiro.


O que lhe agrada particularmente em Vitória? Por quê?

– Vitória me agrada por ser uma cidade completamente litorânea. Viver perto do mar é minha fascinação e minha cidade me proporciona isso.


Gosta mais do dia ou da noite em Vitória? Por quê?

– Hoje gosto mais do dia, pois Vitória já foi mais movimentada à noite.


Como é a sua relação social com a cidade? É fácil relacionar-se com as pessoas aqui? É fácil fazer amizade e namorar em Vitória? É fácil manter contato com familiares e amigos?

– Relação social de uma cidade grande, principalmente capital, não é como no interior onde todos se conhecem. A rede de amizade é construída na escola, no trabalho, amigos de amigos, porque é mais confortável e seguro se relacionar com pessoas que estão diretamente inseridas no meu meio. Namorar depende da pessoa, caso ela queira, encontro em qualquer lugar onde for. E por Vitória ser uma cidade pequena em espaço territorial, é fácil manter contato com os familiares e amigos.


Como vê a paisagem de Vitória? O que mais lhe agrada nela?

– A paisagem pra mim é algo estonteante. Temos uma cidade bem arborizada, vários parques e jardins, montes e morros que ainda não são habitados, porém no meio das árvores tem um poste de luz, uma grade que cerca o jardim, nos morros ainda existem árvores silvestres no meio das casas. Embora muito contraditório, isso me fascina particularmente. Eu gosto dessa mescla de visual que há aqui em Vitória.


Encontra amigos e conhecidos com frequência nas ruas, lojas etc. de Vitória? Participa de grupos ou comunidades? Participa de tradições e festas populares?

– Sim, encontro alguns amigos de repente na rua. Não participo de grupos específicos ou comunidades. Das festas populares participo, mas não com muita frequência.


Como vê a cidade em relação aos idosos e às crianças?

– Existem vários espaços e grupos pra idosos e crianças. Ultimamente as comunidades e igrejas em geral têm aberto atividades pra idosos, como o grupo da terceira idade, e pras crianças as escolas também abrem espaços de recreação e atividades culturais.


Como vê a questão da saúde em Vitória?

– A saúde é aqui como no Brasil todo; precisa de mais cuidado. Porém, eu não tenho nenhuma reclamação, pois sempre que precisei dos serviços de saúde fui bem atendido.


Como vê a questão da educação em Vitória?

– Há escolas boas, como ruins. A educação, assim como a saúde, é caso nacional.


E a questão da segurança?

– Como Vitória é uma capital e está em crescimento, é muito visitada, muitos buscam melhores condições de vida etc. E não é diferente das outras capitais, há sim violência, tráfico, mas nos dias de hoje qualquer lugar tem seu perigo.


E a questão do saneamento?

– Por ser cidade litorânea, a tendência é lançar o esgoto no mar. A cidade é toda saneada, tem tratamento de água e esgoto e o atual governo lançou a proposta de tratar cem por cento do esgoto e não lançar mais no mar.


O que Vitória oferece em termos de lazer? E quais são as suas opções pessoais de lazer?

– Aqui encontramos várias opções de lazer, de segunda a domingo, basta a pessoa procurar. Eu costumo ir a points, shows, entre outros.


Como está a questão do transporte coletivo e do trânsito em Vitória?

– Confesso que os coletivos necessitam de modernidade, ainda há ônibus defasados. Já o trânsito, dependendo de quando e onde, ele é caótico, se estiver em manutenção piora. O problema é que Vitória não foi planejada pra longos prazos, isso é um problema pra uma capital em crescimento.


Como é Vitória em termos de habitação?

– A habitação é um contraste, ao mesmo tempo em que tem casas sem reboco, tem casas exorbitantes na mesma rua.


E em termos de oportunidades de trabalho?

– Existem sim oportunidades, o problema é a experiência exigida, coisa que o jovem não tem, por nunca ter trabalhado.


Como está a poluição sonora em Vitória?

– Eu até gosto de barulho. Pra mim é normal a poluição sonora em se tratando de cidade.


Como definiria sua vida em Vitória?

– Não me vejo morando em outro lugar.


---------
© 2014 Texto com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.


---------

Estação Capixaba

Estação Capixaba é o site voltado para a cultura, história e geografia do Espírito Santo e que busca resgatar, produzir, sistematizar, preservar e divulgar informações nessas áreas, sejam elas de autores locais ou não.

0 comentários :