O VIAJANTE Ao me lançar na vida sem temor, levava uma bagagem de alegria. Fiz projetos, esquemas e tracei justo percurso de navegador. ...

Poemas do livro Promessas do Tempo

O VIAJANTE

Ao me lançar na vida sem temor,
levava uma bagagem de alegria.
Fiz projetos, esquemas e tracei
justo percurso de navegador.

O mapa do tesouro, muito raro
revelava a exata direção.
Os pontos do quadrante garantiam
o rumo firme, o destino claro

Quebraram-se lunetas e sextantes,
se embaralharam linhas e roteiros.
Os quartos de vigia, num instante,

já são anos de busca delirante.
A navilouca ao léu, sem paradeiro
bóia na escuridão, expectante.


MIGRAÇÃO

Hoje subi a escada lentamente
e ainda mais devagar abri a porta.
Sem memória ou raiz,
num espanto sem medida,
percorri minha casa como estranha.

Estes meus territórios devastados!

Volto sobre meus passos
e bato em retirada.
Fecho definitivamente a porta
que dá para o passado
e jogo fora a chave.

Perdão e esperança me sustentam.
O mundo me espera.


[Poemas extraídos do livro Promessas do tempo. Vitória: Fundação Ceciliano Abel de Almeida, 1994.]

---------
© 2001 Texto com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------
Deny Gomes nasceu em São Luís-MA, em 1938, e desde a infância vive no Espírito Santo, em Vitória, cidade que considera como sua terra natal. Licenciada em Letras Neolatinas, pela PUC/RJ (1959), foi professora titular de Teoria da Literatura, na Ufes, por mais de vinte anos. Autora de diversas obras literárias e de crítica literária.
(Para obter mais informações sobre o autor e outros textos de sua autoria publicados neste site, clique aqui)

Estação Capixaba

Estação Capixaba é o site voltado para a cultura, história e geografia do Espírito Santo e que busca resgatar, produzir, sistematizar, preservar e divulgar informações nessas áreas, sejam elas de autores locais ou não.

0 comentários :