O punhal tem duas faces: a que brota e a que geme. a que brota… Rente ao chão, toda mentira resvala na inutilidade. Não di...

Poemas e Aforismos do livro inédito Breviário dos olhos


O punhal tem duas faces:

a que brota

e a que geme.

a que brota…

Rente ao chão,
toda mentira resvala na inutilidade.

Não divague, homem,
esqueça o manto das ondas
que disfarçam os naufrágios.

Ondas guardadas,
não devolvem o gosto de sal
aos lábios despidos
de lembranças.

A ausência de espaço
não poupará
nem mesmo as sombras.

Cada manhã traz consigo
uma nova geografia.

Para tudo existe um peso,
uma medida,
e uma visão distorcida.

Os extremos
também fazem parte da estatística.

O que geme…

As palavras estão sempre
com seus olhos atentos
a me observar do silêncio.

O escrito, o exposto,
essas meias verdes verdades,
já não se escondem atrás de máscara.

Fosse eu íntimo do desentupidor de pia
traria de volta cada arrependimento
perdido no esgoto.

Somente o homem sabe
do vazio sem pele
no orgasmo cuspido.

Eu já lhe disse que
se você sentasse no céu
eu iria ficar o tempo todo empinando papagaio?…

Em que pese os malefícios para o corpo,
arrasto comigo a consciência
de minha insignificância.


Jorge Elias Neto (1964) é capixaba, cardiologista e poeta residente em Vitória – ES. Tem vários livros publicados é colaborador em vários blogs e revistas literárias.
(Para obter mais informações sobre o autor e outros textos de sua autoria publicados neste site, clique aqui)

Estação Capixaba

Estação Capixaba é o site voltado para a cultura, história e geografia do Espírito Santo e que busca resgatar, produzir, sistematizar, preservar e divulgar informações nessas áreas, sejam elas de autores locais ou não.

0 comentários :