Quarto de hora ou de casa: ser um ou outro o in cômodo, pouco im porta para alguém que uma incerta espera ...

"Meianoite e um quarto"*


Quarto de hora
ou
de casa:

ser um
ou
outro
o
in
cômodo,
pouco
im
porta
para alguém
que uma incerta
espera
exaspera,
arrasa.

Tudo enfim
um
ú
nico
espaçotempo
vaziolento
por causa
de quem — enervante —
se atrasa.

Em
quartos assim de hora / de casa
não há
um "estar-farto"
que liberte;


as sensações
de aperto, infarto,
que a lava-paixão
(en
garra
fada)
des
perte.



* Ambíguo e eficaz — eficazmente ambíguo — verso final do poema "Lava", da lavra do afro-mineiro Ricardo Aleixo (em seu FESTIM/1992). Aqui, o termo "quarto" e o título "Lava" são motes para uma textiglosa — e mais outra.


[publicado originalmente no site em 2004]

Lino Machado é poeta e professor universitário. (Para obter mais informações sobre o autor e outros textos de sua autoria publicados neste site, clique aqui)

Estação Capixaba

Estação Capixaba é o site voltado para a cultura, história e geografia do Espírito Santo e que busca resgatar, produzir, sistematizar, preservar e divulgar informações nessas áreas, sejam elas de autores locais ou não.

0 comentários :