Narciso Araújo quando jovem, [Rio de Janeiro], 1899. Fotógrafo não identificado. Apresentação A importância de Narciso Araújo (Itapem...

Digitalização e publicação online do acervo do poeta Narciso Araújo (1877-1944)

Narciso Araújo quando jovem, [Rio de Janeiro], 1899. Fotógrafo não identificado.
Narciso Araújo quando jovem, [Rio de Janeiro], 1899. Fotógrafo não identificado.

Apresentação


A importância de Narciso Araújo (Itapemirim, ES, 1877-1944) como poeta simbolista foi reconhecida por Fernando Góes (in Panorama da poesia brasileira, v. IV, 1959) e por Andrade Muricy (Panorama do movimento simbolista brasileiro, v. II, 1973), tendo este último assinalado: “numerosa produção esparsa”.

Como todo acervo particular, o acesso para consulta é limitado, e o constante manuseio do material, que é bastante frágil, representa grandes riscos à sua integridade física. A Dra. Josina Drumond, que consultou o acervo ao escrever o livro O Solitário de Itapemirim – Narciso Araújo: Vida e obra (Prefeitura Municipal de Vitória, 2010), recomendou formalmente, à p. 18, a necessidade de garantir a preservação permanente do seu conteúdo: “Considerando a fragilidade e a efemeridade do suporte no qual tais poemas [manuscritos] foram registrados originalmente, é imperioso que sejam digitalizados e/ou digitados o quanto antes, para [que] se possa resgatar a obra completa do autor e garantir, por conseguinte, a imortalidade do grande vate de Itapemirim.” Assim, propôs-se essa intervenção em projeto apresentado à Secult, no edital relativo a INVENTÁRIO, CONSERVAÇÃO E REPRODUÇÃO DE ACERVOS, mediante reprodução digital e publicação online, para garantir a preservação e perenidade desse acervo e estender ilimitadamente sua acessibilidade, para fins não só de estudos acadêmicos, tanto de crítica genética como ecdótica, mas também de leitura por parte de interessados em poesia de alta qualidade.

A publicação do acervo na web vai acompanhada de estudos críticos produzidos por especialistas em Literatura, um deles o próprio proponente do Projeto, para ampliação do conhecimento sobre o autor e sua produção. Para divulgar mais amplamente o Projeto e a obra de Narciso Araújo foi incluída a realização de debate sobre o poeta, sua obra e o acervo, e exposição temporária de amostra do acervo na Biblioteca Pública do Espírito Santo.

O acervo do poeta simbolista capixaba Narciso Araújo constitui-se de: um caderno de capa dura contendo poemas, registros pessoais e anotações do curso de Direito dos anos 1895-96; dois cadernos, também de capa dura, de poesia (bem danificados pela ação de insetos, mas sem prejuízo para a leitura) dos anos 1895-97; uma centena de manuscritos avulsos com versões de poemas datados de 1898 a 1900 e alguns posteriores; edições integrais ou parciais e recortes de jornais (hoje extintos) do Rio de Janeiro, Itapemirim e Cachoeiro de Itapemirim, do período de 1895 a 1923, em que foram publicados poemas seus; jornais de Vitória, sobretudo dos anos de 1940, com informações pertinentes ao poeta; exemplar do seu livro único, Poesias (1942), com anotações marginais do próprio poeta; e alguns documentos pessoais e correspondência, perfazendo o total de 331 itens.

O projeto permitiu que todos esses documentos, compreendendo um total aproximado de 1.400 páginas, até recentemente fora de alcance do público em geral, fossem disponibilizados na internet para livre consulta e pesquisa por pesquisadores e interessados em geral. Como forma de facilitar a leitura do material poético, foi também publicada aqui a transcrição de todos os poemas, não só dos manuscritos, como dos impressos em jornais e daqueles incluídos no livro.

A realização do Projeto resultou na produção de ... arquivos digitais matrizes de imagens dos documentos, imagens essas coloridas e salvas com extensão JPG, alta resolução (300ppi), para impressão e preservação. Parte da digitalização foi realizada com utilização de scanner e outra parte, dado o tamanho do documento, com a utilização de máquina fotográfica. Esses arquivos foram tratados recortando-se excessos de bordas, evitando-se qualquer outra intervenção que representasse interferência em relação ao documento físico. Após esses procedimentos iniciais, prosseguiu-se com a produção de arquivos secundários, a partir daqueles matrizes, para divulgação na web, mantendo-se a mesma resolução de 300ppi porém em tamanho menor e qualidade um pouco mais baixa em relação aos arquivos matrizes. Desta vez as imagens foram submetidas a um tratamento de forma a proporcionar uma melhor nitidez para a leitura do conteúdo dos documentos em tela, produzindo-se ao final arquivos em PDF de média qualidade visando diminuir o tempo de download.

Esclareça-se, quanto a direitos autorais, que a obra de Narciso Araújo entrou em domínio público no ano passado, já que o poeta faleceu 70 anos atrás, em 1944.

----------------------------------

Equipe técnica do Projeto


Coordenação e estudo introdutório
Luiz Busatto

Estudo crítico
Gilberto Araújo de Vasconcelos Júnior

Organização, inventário, edição de textos e notas
Reinaldo Santos Neves

Digitalização, tratamento de imagem, criação de páginas para internet e publicação online
Maria Clara Medeiros Santos Neves

Março/2016

----------------------------------

Sumário


Estudo introdutório - Prof. Luiz Busatto

Ensaio crítico: A Torre de Narciso - Prof. Gilberto Araújo de Vasconcelos Jr.

Slides do Acervo Narciso Araújo

    Recortes de jornais (poemas)
    Recortes de jornais e revistas (informativos)
    Livro Poesias

Artigo: 

BUSATTO, Luiz. Cem anos de Narciso Araújo. In Revista Você, Vitória, n.31, junho de 1995, p.38-9.


---------
© 2016 A utilização / divulgação de textos produzidos para o projeto e publicação no site sem prévia autorização expressa dos detentores dos direitos configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------



Estação Capixaba

Estação Capixaba é o site voltado para a cultura, história e geografia do Espírito Santo e que busca resgatar, produzir, sistematizar, preservar e divulgar informações nessas áreas, sejam elas de autores locais ou não.

0 comentários :