BIOBIBLIOGRAFIA ÁLBUM DE FOTOGRAFIAS ESTANTE DA INFÂNCIA FONTES DO IMAGINÁRIO              Santinhos: Primeira comunhão, 1955 ...

Reinaldo Santos Neves - Repertório literário


BIOBIBLIOGRAFIA

ÁLBUM DE FOTOGRAFIAS

ESTANTE DA INFÂNCIA

FONTES DO IMAGINÁRIO

            Santinhos: Primeira comunhão, 1955
            Jogo de cartas (quartetos): Os grandes escritores, anos 50
            Estampas Eucalol: Iracema, anos 50
            Edição Maravilhosa: O grande motim, 1956


VITRINE DE TEXTOS

A aboborificação de Miles Davis:

Ato I
Ato II

Garibaldiana:

Um quê do melhor do jazz segundo Garibaldi

Dois graus a leste, três graus a oeste - Segunda parte: A história inconfessável, ou Garibaldi para adultos

I. Capítulo de primeira necessidade
II. Freira na terça-feira
III. Capítulo que vem
IV. Reunião de projeto
V. Entretenimento — Estudo em ébano
1. A história inconfessável: Fumaça
2. A história inconfessável: Metade palmito, metade marguerita
VI. De adenóides e amígdalas
VII. O duplo assassínio na rua Tenente-coronel Maximiliano José Alves da Fonseca Júnior (continua)
VII. O duplo assassínio na rua Tenente-coronel Maximiliano José Alves da Fonseca Júnior (continuação I)
VII. O duplo assassínio na rua Tenente-coronel Maximiliano José Alves da Fonseca Júnior (continuação II)
VII. O duplo assassínio na rua Tenente-coronel Maximiliano José Alves da Fonseca Júnior (final)

Poesia 64-14. Vitória: Estação Capixaba / Cândida, 2016. [Série Estação Capixaba, volume 2, ISBN 978-85-64258-07-5 (digital).]

Saga dos dois poetas (tradução)

Contos de Mina Rakastan Sinua. [In Mina Rakastan Sinua, Vitória: Cândida / Estação Capixaba, 2016. Série Estação Capixaba, vol. I, livro impresso, ISBN 978-85-64258-06-8, patrocínio Lei Rubem Braga.]

Textos e crônicas da revista Você

  Você, n.10, abr. 1993, p.9-10
  Você, n.12, jun. 1993, p.23-24
  Você, n.13, jul. 1993, p.23-24
  Você, n.14, ago. 1993, p.29
  Você, n.17, nov. 1993, p.11-13
  Você, n.23, jun. 1994, p.33-35
  Você, n.25, ago. 1994, p.34-35
  Você, n.26, set. 1994, p.33-34
  Você, n.36, dez. 1995, p.25-27
  Você, n.43, nov.-dez. 1996, p.13-14
  Você, n.45, mai. 1997, p.35-36
  Você, n.51, nov. 1997, p.42

Manuscritos

DEPOIMENTOS

O ato de escrever: Depoimento de Reinaldo Santos Neves na Escola Lacaniana de Vitória em 3/12/2003
Depoimento: Um certo detetive Wells

FORTUNA CRÍTICA

AZEVEDO Filho, Deneval. O romance dos anos 70 na literatura brasileira contemporânea do Espírito Santo – Reinaldo Santos Neves – A Crônica de Malemort: Dialética cultural em (ul) trajes de pós-modernidade. In Contexto, revista do Programa de Pós-Graduação em Letras, UFES, n. 9, 2002;
BETANCUR, Paulo. A Idade Média na literatura contemporânea brasileira. In Rascunho: o jornal de literatura do Brasil. Curitiba, 19 de novembro de 2007. Ver em http://rascunho.rpc.com.br/index.php?ras=secao.php&modelo=2&secao=25&lista=0&subsecao=0 &ordem=1645;
BOUDOU, Telma M. Sueli: romance? 
CANABARRO, Tânia C. V. O processo de criação em Sueli: romance confesso. Idem, ibidem;
CARVALHINHO Filho, Enyldo. A estética do jazz em Sueli, de Reinaldo Santos Neves, in Luiz Romero de Oliveira et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Flor&Cultura Editores / Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2006;
CHAUDANNE, Gilbert. Uma fenomenologia da madonice. Estudo-ensaio sobre o tema- mito da madona, sua exaltação e sua contestação escrito por Gilbert Chaudanne sobre o romance: Sueli, romance confesso, de Reinaldo Santos Neves. [Vitória, 1989. Versão fac-simile.]
___. Uma fenomenologia da madonice. Estudo-ensaio sobre o tema- mito da madona, sua exaltação e sua contestação escrito por Gilbert Chaudanne sobre o romance: Sueli, romance confesso, de Reinaldo Santos Neves. [Vitória, 1989. Versão digitada.]
CRISTO, Maria Amélia Dalvi. Quem é, ou se quer, o “autor” de Kitty aos 22. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 2: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2007;
DANIEL, Herbert. Lendas capixabas de um erotismo doce e perverso [sobre As mãos no fogo: o romance graciano.] In Pasquim, edição de 26 de julho de 1984;
DEPAULA, Lillian. A invenção do original via tradução, pseudotradução e autotradução. Vitória: Editora da UFES, 2011.
___. Desdobramentos de um original: A crônica de Malemort. In Deneval Sequeira de Azevedo Filho et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 4: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Editora da UFES, 2011;
___. A tradução da tradição como critério de inventividade, in Contexto, revista do Programa de Pós-Graduação em Letras, UFES, n. 12, 2005;
FLEURY, Karina de Rezende Tavares. Muito soneto por nada: Aproximações e transgressões em relação à tópica trovadoresca, in Luiz Romero de Oliveira et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Flor&Cultura Editores / Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2006;
GAMA FILHO, Oscar. Bebop. Introdução ao livro Muito soneto por nada [de Reinaldo Santos Neves, Vitória: Cultural-1998.]
___. Match Point. [In A Gazeta, Caderno Pensar, 20/05/2017.]
___. Match Point [texto completo, 2017.]
GOMES, Deny. Sueli sob o signo da ambiguidade. Idem, ibidem;
KOGURE, Linda. O cotidiano e suas miudezas em Dois graus a leste, três graus a oeste, de Reinaldo Santos Neves. [Comunicação apresentada no VII Bravos Companheiros e Fantasmas, PPGL/UFES, 2016.]
KOPERNICK, Maria Lúcia. O avesso do texto: leitura de três romances de Reinaldo Santos Neves sob a perspectiva da fase do espelho da teoria de Lacan. Monografia apresentada no curso de especialização em Literatura de Língua Portuguesa, Departamento de Letras, UFES, 1994.
___. Uma identidade para Graciano. In Revista da Academia Espírito-santense de Letras, 2001;
LEITE, Alfredo Rebelo. A crônica de Malemort, de Reinaldo Santos Neves. In Convivium, revista bimestral de investigação e cultura, Ed. Convívio, São Paulo, vol. 27, n. 6, nov./dez. 1984;
MARQUES Jr.,Francisco Fernando. O que há de Kitschem Kitty. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 2: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2007;
MARTINELLI Filho, Nelson. De Catarinas a Catarinetas: Navegações pela obra de Reinaldo Santos Neves. In Deneval Sequeira de Azevedo Filho et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 4: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Editora da UFES, 2011;
___. Confissão e auto-ficção na obra de Reinaldo Santos Neves. Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado em Letras do Programa de Pós-Graduação em Letras do Centro de Ciências Humanas e Naturais da Universidade Federal do Espírito Santo, como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Letras. Vitória, 2012.
___. O “loser do ano”: Paródia ao discurso romântico em Kitty aos 22: Divertimento, de Reinaldo Santos Neves. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 3: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2008;
___. As relações intertextuais entre Gil Vicente e Reinaldo Santos Neves. In Alexandre Moraes et alii (orgs.): A crítica literária: percursos, métodos, exercícios. Vitória: Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2009;
NASCIMENTO, Bráulio do. O romance tradicional da Donzela Guerreira em três performances: 1. Donzela guerreira (versão catarinense); 2. Grande sertão: veredas, romance de Guimarães Rosa; 3. “A fome e a vontade de comer”, conto de Reinaldo Santos Neves. Comunicação apresentada no XX Encontro Cultural de Laranjeiras: O folclore e suas projeções: A projeção literária, Rio, 1984;
NASCIMENTO, Jorge Luiz do. Alguns apontamentos sobre A longa história, de Reinaldo Santos Neves, ou Navegando num livro de areia. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 3: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2008;
NUNES, Sandra dos Reis Abrante. Demasiadamente humanas... As divinas musas de Reinaldo Santos Neves. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 2: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2007;
OLIVEIRA, Ester Abreu V. de. A crônica de Malemort: o medievo e a ficção capixaba. In Signos em interação, Departamento de Letras, UFES, 1996;
OLIVEIRA, Luiz Romero de. O amor e a escrita: o discurso amoroso em Sueli: romance confesso e Muito soneto por nada, de Reinaldo Santos Neves. Contexto n. 8, Vitória: Programa de Pós-graduação em Letras da UFES, 2001;
___. Bem-vinda, Kitty, à literatura. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 2: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2007;
___. O destino de uma escrita: O amor e a espera em Sueli: romance confesso e Muito soneto por nada, de Reinaldo Santos Neves. Dissertação defendida no Programa de Mestrado em Estudos Literários da UFES, Vitória, 2000.
___. Na cena da escrita: recortes de Sueli: romance confesso e Muito soneto por nada, de Reinaldo Santos Neves. Sofia n. 8, Vitória: Departamento de Filosofia da UFES, 2001-02;
OLIVEIRA, Maiara de. O mito de Cinderela em Kitty aos 22: Divertimento. In Deneval Sequeira de Azevedo Filho et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 4: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Editora da UFES, 2011;
OLIVEIRA, Sueli Gomes da Silva. Kitty: Divertimento entre o som e o silêncio. In Deneval Sequeira de Azevedo Filho et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 4: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Editora da UFES, 2011;
PASSOS, Lucas dos. Gestos e nomes: Domingos Cani, de Reinaldo Santos Neves, e Eulálio d’Assumpção, de Chico Buarque. In Deneval Sequeira de Azevedo Filho et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 4: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Editora da UFES, 2011.
___. Miguel, Reinaldo, Bith e o(s) soneto(s). In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 3: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Editora da UFES, 2008.
RIBEIRO, Francisco Aurelio. Sueli, um caso de amor com a literatura. In Livros capixabas no vestibular. Cadernos de Cultura, Secretaria de Cultura, UFES, 1993;
SALGUEIRO, Wilberth C. F. Um baita kit: nomes a mancheias num romance de Reinaldo Santos Neves. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 2: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2007;
___. Uma longa história de ficções: O deus do medievo e o de hoje. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 3: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2008;
___. Mistério da literatura, mister do escritor: leitura de um conto de Reinaldo Santos Neves. Comunicação apresentada no Seminário Bravos Companheiros e Fantasmas 7, promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Espírito Santo, 2016;
___. Pleonasmo e onanismo enquanto técnicas de construção literária (uma leitura de Sueli, de Reinaldo Santos Neves). In Deneval Sequeira de Azevedo Filho et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 4: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Editora da UFES, 2011;
SESSA, Ariel. A topoanálise em A ceia dominicana: romance neolatino de Reinaldo Santos Neves. [Dissertação submetida ao Curso de Mestrado em Letras do Programa de Pós-Graduação em Letras do Centro de Ciências Humanas e Naturais da Universidade Federal do Espírito Santo, como requisito parcial para obtenção ao grau de Mestre em Letras, Vitória, 2015.]     
SILVA COSTA, Rita de Cássia Maia e. O labirinto borgeano de Heródoto, IV, 196, de Reinaldo Santos Neves. [Uma versão resumida deste texto foi publicada no Caderno Pensar de A Gazeta, de 30/11/2013.]
SOARES, Maria Isolina de Castro. Compondo em forma fixa a idéia fixa [leitura de um dos poemas de Muito soneto por nada]. In Poesia: Horizonte e Presença, Programa de Pós-Graduação em Letras, UFES, 2002;
___. Má notícia para o pai da criança: o texto capixaba no percurso lacaniano. In Cadernos de Pesquisa, Departamento de Letras, UFES, n. 1, 1997;
SOARES, Rogério. Um narrador deveras intrometido – não é, Kitty? In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 2: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2007;
SODRÉ, Paulo Roberto. A demanda do medievo de Reinaldo Santos Neves: Apontamentos sobre A crônica de Malemort, in Contexto, revista do Programa de Pós-Graduação em Letras, UFES, n. 12, 2005;
SOUZA Neto, Vanda Luiza de. A longa viagem engendrada no mosteiro. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 3: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2008;
VASCONCELLOS, Carla Simone. Reinaldo no reino da ironia. In Deneval Sequeira de Azevedo Filho et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 4: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Editora da UFES, 2011;
VAZZOLER, Djalma. Reinaldo Santos Neves: Uma escritura para cada romance. Monografia apresentada em curso de especialização em Literatura Brasileira, Vitória, 1996
___. Múltiplas escrituras: Reinaldo Santos Neves: vida e obra. Coleção Roberto Almada, vol. 8, Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal de Vitória, 2002;
VIEIRA Jr., Erly. Todo personagem tem o romance que merece: uma resenha de Kitty aos 22, de Reinaldo Santos Neves. In Lino Machado et alii (orgs.): Bravos Companheiros e Fantasmas 2: Estudos críticos sobre o autor capixaba, Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, 2007.


---------
© 2001 Textos com direitos autorais em vigor. A utilização / divulgação sem prévia autorização dos detentores configura violação à lei de direitos autorais e desrespeito aos serviços de preparação para publicação.
---------

Estação Capixaba

Estação Capixaba é o site voltado para a cultura, história e geografia do Espírito Santo e que busca resgatar, produzir, sistematizar, preservar e divulgar informações nessas áreas, sejam elas de autores locais ou não.

0 comentários :